Resenha Lola e o garota da casa ao lado

0

Sinopse
A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Quando vi esse livro pensei, capa bonitinha resumo interessante... Exatamente o que estou querendo para ler nas minhas férias.  Felizmente acertei na escolha dessa vez .

Nossa protagonista pode ser descrita com uma única palavra “LOUCA”, pois com certeza ela tem “um parafusa a menos” é justamente isso que torna o livro tão engraçado e cativante. Lola é uma adolescente de 17 anos, filha de pais homossexuais, usa peruca, e se veste de forma muito estranha (ela faz suas próprias roupas desde criança e tem pavor de repetir o mesmo visual).

“Não acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias”. [pág. 10].

  Namora um cara mais velho que é vocalista de uma banda (o que seus pais desaprovam )seu nome é MAX, ele é meio mau educado e  sem dúvida o romantismo passou longe dele. Só quer saber de se agarrar com a nossa protagonista; Lola tem 3 grandes sonhos, 1º é ir vestida de Maria Antonieta ao baile da escola, 2º que seus pais parem de implicar com seu namorado e que o  aceitem na família, e 3º “e mais importante de todos”,  que nunca, jamais ela volte a ver os gêmeos  Bell, seus ex-vizinhos.  Mas como na vida nem tudo é como desejamos, quando ela menos espera seus ex-vizinhos voltam e ela vai ter que aturar a nojenta da Calliope  que é uma estrela dos ringues de patinação e pior ainda  é a gêmea ciumenta de Cricket Bell.

Cricket Bell, “o vizinho” , o que podemos dizer dele? Lindo, fofo apaixonado educado, enfim, ele é tudo de “bommmm”, adora ficar na janela conversando com Lola e também gosta de sair com os amigos dela, simplificando ele é o oposto de Max.  Há alguns anos atrás ele e Lola tiveram uma história que não acabou bem (para simplificar a coisa) e agora ele esta de volta disposto a conquistar o amor de Lola de uma vez por todas.

É o tipo de leitura indicado para todas as idades, Lola é louca se mete em cada enrascada que só lendo para acreditar, já Cricket é o oposto dela, todo certinho e arrumado e isso é uma das coisas que faz o livro ser tão especial, Nesta história fica claro que os “opostos  se atraem, e que o amor entre eles pode dar certo sim .  O  fato de os pais dela serem homossexuais também torna a historia especial, pois podemos ver que não importa o quanto as pessoas sejam preconceituosas, se o casal se ama eles tem o direito de ter uma vida juntos e principalmente, eles tem o direito de construir uma família juntos , enfim, meninas o livro é “super” indicado e espero que vocês curtam as aventuras de Lola e o Garoto da Casa ao Lado.

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t