Resenha Almanegra- Trilogia Incarnate - Livro 02

0

    Sinopse:
    Ana sempre foi a única. Marginalizada. Apartada. E, para piorar, após o Escurecimento do Templo causado por seu pai, vários cidadãos de Heart a culpam pela perda definitiva de algumas almas, as almasnegras — e pelas almasnovas que nascerão em seu lugar. SOMBRAS Muitos temem a presença de Ana, um lembrete constante das mudanças irreversíveis. E quando as sílfides começam a se comportar de maneira diferente em relação a ela, Ana terá que aprender não apenas a se defender como àqueles que não podem fazer isso por si mesmos. AMOR Ana aprendeu desde cedo que os sem-alma não podem amar. Mas, e as almasnovas? Mais do que tudo, ela deseja ter a chance de viver e amar como qualquer outro cidadão de Heart, porém mesmo depois de Sam declarar seus mais profundos sentimentos, será que ela conseguirá superar uma vida inteira de rejeição e aceitar o amor? Almanegra explora a beleza e as profundezas sombrias da alma, numa história que é ao mesmo tempo um romance épico e uma fantasia cativante.
 
    No segundo livro da trilogia, Alma Negra, a história continua na noite do escurecimento do Templo, onde muitas almas antigas se perderam e nunca mais irão reencarnar. Como esse escurecimento foi causado pelo pai de Ana, e o mesmo morreu, a sociedade teme que Ana tenha o propósito de seguir com os “planos” de seu pai e quem sabe provocar outro escurecimento. Tentando de alguma forma se recuperar de suas perdas muitos ganham autorização para terem filhos, acreditando que assim trariam de volta as almas que se perderam. Mas para terror da nação mais almas novas começam a nascer e o caus se instala. Por ter sido sempre marginalizada, ela sabe muito bem que nem todos os habitantes concordam com o que está acontecendo e podem ser cruéis e perigosos. Prova dessa crueldade é Merton, que além de realizar inúmeros discursos contra os almanovas, trama para acabar com as mesmas, independente de idade ou sexo.

    Presenciamos diversos “segredos” sendo tratados e tentando ser resolvidos, não existe um único assunto central a ser discutido e talvez resolvido dentro da trama. Observamos como Ana vem evoluindo, fazendo novos amigos e também depois da visita ao templo ela descobrirá a verdade sobre Janam. Portanto será a verdade por trás de toda Heart e por todos os renascimentos.

"Janan não queria que eles soubessem.

 Que fizessem perguntas.Ele guardava um tremendo segredo naquele templo naqueles livros, e, de alguma forma, isso estava ligado às sílfides. Eu só precisava descobrir que segredo era esse - e usá-lo contra Janan." (p. 49)

                    Não podemos deixar de fora o romance entre Ana e Sam, pois este com seu talento e jeito encantador só vem a cativar e nos apaixonarmos ainda mais pelo personagem.
"- Que preço? - O corpo dele relaxou e a voz aqueceu, como se ele já soubesse. Quando sorri e ergui o rosto, Sam me beijou com tanta doçura que meu corpo inteiro estremeceu de desejo e adoração. Que outra pessoa no mundo conseguiria me fazer tão completa?

 Ninguém. Somente Sam.

Sempre fora ele". (p. 35)

 
                   Outro assunto muito interessante que prende ainda mais a atenção do leitor é o desvendar do mistério das Sílfides e seu comportamento atípico.
 
                    Bem são muitos assuntos, muitos acontecimentos e sobre tudo, existe um crescimento na trama que a torna única, prendendo o leitor na cadeira até concluir o livro e, sobretudo enlouquecendo o mesmo por ter de aguardar a publicação do próximo livro.
Resumindo...o livro é muito bom e agora só nos resta esperar pelo lançamento do ultimo vl. da série que esta previsto para o início de 2016.
 
 

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t